Presidente da CNBB Sul 2 vai realizar uma visita Pastoral Missionária à Guiné-Bissau, na África

A Missão São Paulo VI é de responsabilidade da Igreja do Paraná
03/11/2022 11:11
6 minutos de leitura
Presidente da CNBB Sul 2 vai realizar uma visita Pastoral Missionária à Guiné-Bissau, na África

Entre os dias 3 a 11 de novembro, o arcebispo de Londrina e Presidente do Regional Sul 2 da CNBB, dom Geremias Steinmetz, vai realizar uma visita pastoral missionária ao país da Guiné-Bissau, na África, com foco na Missão São Paulo VI, na cidade de Quebo. O arcebispo embarca em São Paulo, na quarta-feira, dia 2 de novembro, acompanhado dos padres Emerson Lipinski e Edson Zamiro, que compõem a presidência da Comissão Regional de Presbíteros do Paraná (CRP-PR), do padre Rafael Fuchs, da diocese de São José dos Pinhais (PR), do missionário Wesley Fonseca, que permanecerá na Missão como missionário, e da assessora de imprensa da CNBB Sul 2, Karina de Carvalho.   

A Missão São Paulo VI é de responsabilidade da Igreja do Paraná. Existe desde o ano de 2014, com atuação em três âmbitos: evangelização, saúde e educação. Ao longo desses anos, muitos missionários paranaenses, na sua maioria leigos, já foram enviados para lá, enquanto aqui no Paraná, uma multidão de católicos exerce sua vocação missionária, rezando, contribuindo e amando essa Missão. De fato, um dos objetivos da Missão na África é fortalecer a dimensão missionária em toda Igreja do Paraná.  

Um dos principais objetivos dessa visita pastoral missionária, é a bênção de inauguração oficial da Escola São Paulo VI, que será realizada na manhã de segunda-feira, dia 7 de novembro. Essa escola iniciou suas atividades em outubro de 2020 (quando inicia o ano letivo na Guiné-Bissau) e hoje já está no terceiro ano de funcionamento, com 157 alunos, em turmas dos três níveis de Jardim de Infância até o segundo ano do ensino fundamental. Essa bênção de inauguração estava prevista para o final de 2020, mas devido ao contexto da pandemia foi adiada mais de uma vez.  

Além da inauguração da escola, o arcebispo e os demais visitantes terão uma série de atividades ao longo desses dias. Estão programados vários encontros, reuniões, celebrações, visitas a outras missões, ao hospital e as tabancas de Quebo (comunidades distantes). 

Segundo dom Geremias, a expectativa para a viagem é grande. “Primeiro, porque eu nunca estive na África. Depois, porque é a oportunidade de olhar de perto tudo aquilo que recebemos da Missão, em imagens, fotos e vídeos, e conhecer a realidade. Dessa forma, podemos pensar em outros projetos que podem ajudar a Missão no futuro. Espero que seja uma viagem exitosa e que possamos voltar com um bom conhecimento da Missão e, ao mesmo tempo, levar uma palavra de ânimo aos missionários que lá estão e enfrentam o cotidiano da missão com muito amor e carinho”, disse o arcebispo.  

Dom Geremias é o 7º bispo do Paraná a visitar a Guiné-Bissau. Dom José Antônio Peruzzo, arcebispo de Curitiba (PR), já esteve no país dando aulas de Bíblia aos seminaristas, antes da Missão São Paulo VI existir; dom Sérgio Arthur Braschi, bispo de Ponta Grossa e referencial para a dimensão missionária no Paraná, visitou a Missão São Paulo VI em seus primeiros passos, no ano de 2015;  dom Mauro Aparecido dos Santos (in memorian), arcebispo de Cascavel, junto com dom Mário Spaki (ainda padre), visitaram a Missão em dezembro de 2016; dom Anuar Battisti, arcebispo emérito de Maringá, também visitou a Missão no ano de 2019; e dom Manoel João Francisco, bispo emérito de Cornélio Procópio, visitou em janeiro de 2020.  

Fonte: https://cnbbs2.org.br/
Tags:

Notícias Relacionadas

Cinco conselhos para viver o Advento
Nacional

Cinco conselhos para viver o Advento

01/12/2022
2 minutos de leitura
Saiba quando montar a sua árvore de Natal
Nacional

Saiba quando montar a sua árvore de Natal

22/11/2022
3 minutos de leitura