Evento em preparação ao Dia Mundial das Comunicações traz palestra sobre desafios da Igreja

12/05/2021 06:05
7 minutos de leitura
Evento em preparação ao Dia Mundial das Comunicações traz palestra sobre desafios da Igreja

A pandemia e as novas tecnologias mudaram a forma de o mundo se comunicar. Com a Igreja Católica, não foi diferente. Em todo o mundo, novas formas de comunicação se tornaram necessárias para manter as comunidades engajadas. Os desafios da comunicação católica para a ação evangelizadora foram o tema central da palestra do escritor Moisés Sbardelotto no último sábado, 8 de maio, em evento preparatório ao 55° Dia Mundial das Comunicações. O evento foi promovido pela Arquidiocese de Curitiba, por meio da Comissão de Comunicação, com apoio da Pascom (Pastoral da Comunicação) da Regional Sul 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, CNBB.

Sbardelotto é bastante conhecido nos meios católicos por ser pesquisador e estudioso da comunicação da Igreja. Na palestra, ele abordou documentos papais, citações bíblicas e principalmente situações da atualidade para destacar a comunicação como ferramenta de aproximação entre as pessoas. O palestrante destacou, por exemplo, como é importante aproximar a prática e o discurso. “Para comunicar Cristo, é preciso caminhar com Cristo”, disse. Em tempos de pandemia, como a que o mundo atravessa, a comunicação se torna ainda mais desafiadora, pois é ainda mais difícil ser “Igreja em saída”, conforme prega Papa Francisco. Em relação a isso, Sbardelotto salientou o quanto os comunicadores católicos devem se cuidar para não se tornarem meros replicadores de notícias e informações – inclusive de fakenews. É preciso, segundo ele, buscar formas de se propagar a verdade, de promover o engajamento da comunidade, de se envolver verdadeiramente com a produção das informações verdadeiras.

Moisés Sbardelotto

A palestra de Moisés Sbardelotto foi transmitida ao vivo pelas redes sociais da Arquidiocese de Curitiba e da Pascom Regional Sul 2, e também retransmitida pelas Dioceses de Campo Mourão, Foz do Iguaçu, União da Vitória, Apucarana, Paranavaí, Umuarama, Ponta Grossa, São José dos Pinhais e Maringá. A live teve a participação do Arcebispo de Curitiba, Dom José Antonio Peruzzo; do Assessor Eclesiástico da Comissão de Comunicação, padre Luiz Alberto Kleina; da jornalista e religiosa Irmã Élide Fogolari,  membro da Comissão; além da apresentação da jornalista Adriane Werner, coordenadora de Comunicação da Arquidiocese de Curitiba; e da mediação da jornalista Karina Carvalho, assessora da CNBB Sul 2. O vídeo está disponível no Facebook da Arquidiocese de Curitiba e também no da CNBB Sul 2.

Dia Mundial das Comunicações

O Dia Mundial das Comunicações é a única celebração mundial estabelecida pelo Concílio Vaticano II. O objetivo é despertar a reflexão sobre a complexidade da comunicação em um mundo em que as tecnologias se sucedem e mudam tão rapidamente. O Papa Paulo VI foi o primeiro a comemorar a data, em 7 de maio de 1967. Segundo a convenção adotada, o Dia Mundial das Comunicações será sempre celebrado no domingo anterior à festa de Pentecostes – portanto, neste ano, será no dia 16 de maio. Todos os anos, o Papa escreve uma mensagem para a data. Neste ano, o tema é “Vem e Verás” (Jo 1, 46) – Comunicar encontrando as pessoas onde estão e como são.

Sobre o palestrante

Moisés Sbardelotto é jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e mestre e doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), com estágio de pesquisa na Università di Roma “La Sapienza”, na Itália. Atua como tradutor e consultor em Comunicação para diversos órgãos e instituições civis e religiosos. Atualmente, é membro do Grupo de Reflexão sobre Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (Grecom-CNBB) e colaborador do Instituto Humanitas Unisinos (IHU). É autor de “Comunicar a fé: por quê? Para quê? Com quem?” (Vozes, 2020), “E o Verbo se fez rede: religiosidades em reconstrução no ambiente digital” (Paulinas, 2017) e de “E o Verbo se fez bit: A comunicação e a experiência religiosas na internet” (Santuário, 2012). Foi membro da Comissão Especial para o “Diretório de Comunicação para a Igreja no Brasil”, documento aprovado pela CNBB em 2014. De 2008 a 2012, coordenou o escritório brasileiro da Fundação Ética Mundial, fundada pelo teólogo suíço-alemão Hans Küng.

Jornalista Adriane Werner (MTb 3413) – Coord. Comunicação da Arquidiocese de Curitiba

Contatos: adrianewerner@mitradecuritiba.org.br – (41) 9 8740-2204

Fonte: https://cnbbs2.org.br
Tags: #55DMCS