Casal de idosos separado por 100 dias tem reencontro emocionante

Se você duvida da existência do amor verdadeiro, a foto desse reencontro lhe dará todas as provas de que você precisa para acreditar nesse sentimento
07/12/2020 11:12
3 minutos de leitura
Casal de idosos separado por 100 dias tem reencontro emocionante

Um casal de idosos ficou separado por 100 dias por causa da pandemia do novo coronavírus. Na verdade, foram 102 dias. E quem tem a alegria de um casamento feliz sabe que ficar todo esse tempo sem o calor e o afeto do cônjuge é, de fato, uma eternidade.

Entretanto, eles tiveram um reencontro emocionante, que foi registrado pelo fotógrafo da AP, Emilio Morenati. Ele tuitou:

“Em seu primeiro encontro após 102 dias de confinamento, Agustina Cañamero, 81, e Pascual Perez, 84, se beijam através de uma lâmina de plástico para evitar a propagação do coronavírus, na residência Ballesol Fabra i Puig em Barcelona na segunda-feira, 22 de junho , 2020.”


Eu amo esta foto! Isso, de fato, me fascina. Isso me lembra minha mãe e meu pai, ainda vivos e saudáveis, que apesar das adversidades da vida, crises e discussões, ainda ficam juntos, rezam juntos, dormem juntos, caminham juntos, vão à missa juntos, ainda sonham juntos, envelhecem juntos. Mas o amor deles prevalece e se purifica cada vez mais.

Em tempos como este, e numa altura em que o divórcio só aumenta, o casal da fotografia ensina-nos muito! É o beijo mais significativo, que representa o sonho divino de Deus, que representa esperança para a humanidade.

Um beijo da alma


Esta foto é, portanto, uma prova irrefutável de que um dos belos aspectos do casamento é envelhecer juntos. Hoje as redes sociais nos bombardeiam com exemplos de casais famosos, que se descartam imediatamente quando surgem problemas, doenças ou rugas.

Mas essa foto deve ganhar todos os prêmios. Ela representa o melhor remédio do mundo porque representa o amor de Deus pela humanidade. Representa perdão e vida. Também representa o amor puro e perfeito, que não depende de um corpo ou mente perfeitos. Representa o amor de um casal de idosos que aprendeu a se apaixonar pela alma.


O mundo está um caos, cheio de guerra, fome e solidão. Mas o amor vai superar. Mesmo o coronavírus não pode superar a coisa maravilhosa que é o amor.

Fonte: https://pt.aleteia.org/