Celebração de Posse Canônica de dom José Mário acontecerá no próximo mês

Santa Missa será realizada na Catedral Nossa Senhora Aparecida
15/05/2024 10:05
5 minutos de leitura
Celebração de Posse Canônica de dom José Mário acontecerá no próximo mês

O novo arcebispo metropolitano de Cascavel, dom José Mário Scalon Angonese, tomará posse no dia 09 de junho, em um domingo, na Catedral Nossa Senhora Aparecida. A celebração de Posse Canônica acontecerá às 10h, e contará com a presença dos bispos da Arquidiocese de Cascavel, do Regional Sul II (Estado do Paraná) e do Regional Sul III (Estado do Rio Grande do Sul), além de bispos convidados de outras partes do Brasil.

Logo após a procissão de entrada, o chanceler da cúria metropolitana, padre Lianor Moreschi, fará a leitura da bula (documento) do Papa Francisco, nomeando dom José Mário como arcebispo metropolitano de Cascavel.

Em seguida, dom Adelar Baruffi, arcebispo emérito, entregará o báculo (cajado) a dom José Mário, como gesto de comunhão eclesial e de passagem do governo arquidiocesano.

Outro momento significativo, durante a missa, será a ocasião em que todos os padres e diácono irão até o novo arcebispo para cumprimentá-lo e prestar-lhe respeito e obediência.


TRANSMISSÃO AO VIVO

Para aqueles que não poderão comparecer à santa missa, haverá transmissão, ao vivo, pelo Youtube da Catedral Nossa Senhora Aparecida, e também pelo Facebook da Arquidiocese de Cascavel e Catedral. 


SOBRE DOM JOSÉ MÁRIO SCALON ANGONESE

 Dom José Mário, nasceu no dia 1º de junho de 1960 no município de Unistalda no estado do Rio Grande do Sul, e é filho de Roberto Antônio Angonese e Henrica Scalon Angonese. Entre os anos de 1983 e 1989 cursou Filosofia e Teologia no Seminário Maior de Viamão, da Arquidiocese de Porto Alegre. Obteve Licenciatura em Filosofia, com especialização em Psicologia da Educação da Faculdade de Filosofia, em Canoas. Foi ordenado sacerdote no dia 16 de dezembro de 1989, por Dom José Ivo Lorscheiter.

Dos anos de 1990 a 2002 foi Assistente do Seminário Menor São José e Animador Vocacional, na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Foi Orientador Espiritual (1991-1998) e reitor do Seminário Menor de São José (1999-2001) e pároco da paróquia Santíssima Trindade em Nova Palma (2002-2010). Desde 2011 era pároco da Paróquia da Ressurreição e Reitor do Seminário Maior Arquidiocesano São João Maria Vianney, em Santa Maria (RS).

Atendendo a um pedido de Dom Moacyr Vitti, arcebispo de Curitiba, o Papa Bento XVI nomeou, em 20 de fevereiro de 2013 o então padre José Mário como bispo titular de Giufi e auxiliar de Curitiba. Sua sagração episcopal foi presidida por Dom Moacyr Vitti em 28 de abril do mesmo ano, na Basílica da Medianeira, em Santa Maria, tendo como co-ordenantes Dom Hélio Adelar Rubert, arcebispo de Santa Maria e Dom José Mário Stroeher, bispo de Rio Grande.

No dia 31 de maio de 2017, o Papa Francisco, o nomeou Bispo diocesano da Diocese de Uruguaiana, onde permaneceu até a nomeação para a Arquidiocese de Cascavel, em 02 de maio de 2024.

Seu lema Episcopal - EIS-ME AQUI, ENVIA-ME - é inspirado no profeta Isaías, evidencia a disposição de obediência à vontade de Deus. O chamado exige desprendimento e absoluta disposição, prontidão para servir, abandonando-se nas mãos de Deus. É d’Ele a igreja, a criatura humana, vocacionada, simples ferramenta. A súplica pelo envio manifesta o desejo de servir, um grito por um discipulado missionário.

Em 2019, foi eleito pelos membros do Conselho Permanente da CNBB para integrar a Comissão Episcopal para o Laicato da Conferência no quadriênio 2019-2023. Em junho de 2023, foi reeleito como membro da  mesma Comissão para o  quadriênio 2023-2027.