6º Encontro | CEM - Comunidade Eclesial Missionária

6º Encontro | CEM - Comunidade Eclesial Missionária

6º ENCONTRO – Tema: Vida em Cristo – Por que Cristo e não os ídolos?


­­­­­­­­Sugestão: Coordenador (a) providenciar os símbolos: Leite e Alimento sólido.

 

INTRODUÇÃO

Coordenador (a): Irmãos e Irmãs sejam bem-vindos a este nosso encontro, o 6º de nossa caminhada como Comunidade Eclesial Missionária, chamada a viver o espírito das primeiras comunidades cristãs com a valorização da vida e da família. Refletiremos hoje sobre a Vida em Cristo – Por que Cristo e não os ídolos? Peço ao dono da casa que faça a acolhida dos visitantes. 

Responsável da casa(faz de forma espontânea a acolhida de todos em sua casa)

SINAL DA CRUZ

Coordenador (a): Animados pela fé no Deus Uno e Trino, iniciemos nosso 6º encontro com o sinal de nosso ser cristão: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. 

Todos: Amém!

Coordenador (a): Supliquemos ao Espírito Santo que ilumine este nosso encontro e a cada um de nós para acolhermos a vida que Cristo no oferece como dom de sua própria entrega.

Canto:  Vem Espírito Santo, vem! Vem iluminar! (2x) A nossa vida vem, iluminar! Nosso caminho vem, iluminar! Nossa família vem, iluminar! O nosso encontro vem, iluminar!

 

Todos: Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e ascendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.

Oremos: Ó Deus que instruístes os vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, segundo o mesmo Espírito, e gozemos sempre de sua consolação. Por Cristo, Senhor Nosso. Amém!

 

ORAÇÃO DAS CEMs

Coordenador(a): Vamos pedir que Deus fortaleça na unidade e na perseverança todos os CEMs de nossa Arquidiocese, para que sejam espaços de seguimento de Jesus Cristo.

Deus, nosso Pai, que enviastes vosso Filho Jesus Cristo ao mundo, como vosso primeiro missionário, que saindo do seio familiar da Santíssima Trindade e encarnando-se no seio da Virgem Maria, habitou uma família humana, ajudai-nos a compreender e fazer a experiência da fé nesse novo tempo de evangelização.

Enviai hoje à nossa Arquidiocese de Cascavel, a força do Espírito Santo, e dai-nos a constância na Fé, para que a vontade divina transforme nossa vida interior.  Pela vivência do Evangelho, fazei-nos experimentar a mesma graça vivida pelos primeiros cristãos.

Que sejamos verdadeiros discípulos e missionários de Jesus Cristo, ao assumirmos o compromisso de fidelidade com nossa Arquidiocese as prioridades do Plano de Ação Evangelizadora para fazer acontecer em nossas casas, igrejas e paróquias, as comunidades eclesiais missionárias.

Ajudai-nos, sob a proteção da bem-aventurada Virgem Maria, Senhora da Conceição Aparecida, a cuidar da casa comum, com base nos quatro pilares da evangelização - palavra, pão, caridade e ação missionária - na construção de uma Igreja acolhedora e em saída, espaço de comunhão e de partilha. Isso vos pedimos, por Jesus Cristo, o vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

LEITURA ORANTE DA BÍBLIA

 

Coordenador (a): Vamos pegar a Sagrada Escritura e fazer a leitura orante do texto de Primeiro Coríntios, capítulo 3, versículos de 1-7. 

 

Leitor (a): Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios - Quanto a mim, irmãos, não vos pude falar como a homens espirituais, mas tão-somente como a homens carnais, como a crianças em Cristo. Dei-vos a bebe leite, não alimento sólido, pois não o podíeis suportar. Mas nem mesmo agora podeis, visto que ainda sois carnais. Com efeito, se há entre vós invejas e rixas, não sois carnais e não comportais de maneira meramente humana? Quando alguém declara: “Eu sou de Paulo”, e outro diz: “Eu sou de Apolo”, não procedeis de maneira meramente humana? Quem é, portanto, Apolo? Quem é Paulo? Servidores, pelos quais fostes levados à fé; cada um deles agiu segundo os dons que o Senhor lhe concedeu. Eu plantei; Apolo regou; mas era Deus quem fazia crescer. Assim, pois, aquele que planta nada é; aquele que rega nada é, mas importa tão somente Deus, que dá o crescimento. Palavra do Senhor!

Todos: Graças a Deus!

 

Coordenador (a): Para refletir e rezar: Por que Paulo falou aos Coríntios como a “homens carnais” e não como a “homens espirituais”? A preferência por Paulo ou por Apolo pode ser um sinal de idolatria? A divisão, inveja e rixas, são também sinais de idolatria? Você tem algum ídolo (pai ou mãe, esposo ou esposa, filhos ou amigos, artista ou time de futebol, dinheiro ou coisa) que adora como se fosse o próprio Deus ou que ocupa o lugar de Deus na sua vida? Em nossa vida como reconhecer que só Deus é que importa? 

 

PRECES

 

Coordenador (a): Apresentemos ao Senhor, nossas necessidades pessoais e comunitárias, na oração de nossas preces. 

 

Leitor (a) 1: Para que a meditação da Palavra de Deus em nossas Comunidades Eclesiais Missionárias alimente nossa vida no conhecimento de Deus e nos encaminhe para vivermos sempre a sua vontade, rezemos:

Todos: Senhor, atendei-nos!

Leitor (a) 2: Para que o Espírito Santo ilumine nossas comunidades a fim de vivermos o sentido da partilha e da solidariedade como fruto de nossa profunda conversão, rezemos:

Todos: Senhor, atendei-nos!

Leitor (a) 3: Para que todos nós saibamos vencer o apego às coisas do mundo que colocamos em nossa vida como verdadeiros ídolos e nos fortaleçamos sempre mais nas coisas de Deus, rezemos:

Todos: Senhor, atendei-nos!

(Outras intenções podem ser motivadas espontaneamente).

 

 

PAI-NOSSO

Coordenador (a): (Motivar a oração do Pai-Nosso de mãos dadas recordando que unidos podemos vencer a tentação dos ídolos deste mundo).

Todos: Pai Nosso que estais nos céus...

Coordenador (a): Que Maria nos conduza a uma maior proximidade com seu Filho Jesus. 

Todos: Ave Maria...

 

BENÇÃO DOS ALIMENTOS 

Coordenador (a): Abençoai, Senhor estes alimentos que serão partilhados frutos de vossa bondade e de vosso amor para conosco. Abençoai também a cada um de nós, que fortalecidos pelo alimento material sirvamos com maior alegria vosso Filho Jesus Cristo que convosco vive e reina na unidade do Espírito Santo! 

Todos: Amém!

BENÇÃO FINAL

Coordenador (a): O Senhor esteja conosco!

Todos: Ele está no meio de nós!

Coordenador (a): Abençoe-nos Deus todo poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo!

Todos: Amém!

Coordenador (a): Permaneçamos em paz e que o Senhor nos acompanhe!

Todos: Graças a Deus!


(pode-se cantar um canto apropriado)