2º Encontro | CEM - Comunidade Eclesial Missionária

2º Encontro | CEM - Comunidade Eclesial Missionária

2º ENCONTRO – Tema: Sentido da Vida


Por que a vida e não morte?

Sugestão: quem coordena fazer no centro do grupo dois caminhos com símbolos de vida (colocando os mandamentos no início do caminho da vida – fazer esse caminho com 10 velas no início apagadas) e de morte (drogas, corrupção…)

INTRODUÇÃO

Coordenador (a): Boa noite... Sejam todos benvindos ao nosso 2º Encontro da Comunidade Eclesial Missionária (CEM). Neste encontro vamos iniciar uma reflexão, que continuará nos demais encontros, sobre o dom mais precioso que recebemos de Deus: a vida. Peço ao dono da casa que faça a acolhida dos visitantes. 

Dono (a) da casa: (faz espontaneamente a acolhida de todos os presentes)

Coordenador (a): O Documento de Aparecida nos mostra que o encontro com Cristo é o ponto de partida para a negação dos caminhos de morte e a escolha da vida; é também o ponto de onde partimos para reconhecer plenamente a sacralidade da vida e a dignidade da pessoa humana. Jesus nos diz:

Todos: “Eu vim para que todos tenham vida e vida em abundância” (Jo 10,10).

SINAL DA CRUZ

Coordenador (a): Reunimo-nos hoje para festejar a razão no nosso viver. Por isso, tracemos sobre nós o sinal da nossa salvação (o sinal da cruz pode ser cantado).

ORAÇÃO DE INVOCAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO

Coordenador (a): Façamos um breve momento de silêncio, para que cada um possa oferecer ao Senhor neste encontro as alegrias e tristezas que fazem parte da nossa vida pessoal e comunitária (após o silêncio continua) e invoquemos o Espírito Santo, luz que sempre nos faz ver o caminho de Deus diante das muitas estradas de morte que aparecem no peregrinar desta vida. 

Cantemos: Vem, vem, vem, vem Espírito Santo de amor! Vem a nós! Traz à Igreja um novo vigor! (bis) 1 - Presente no início do mundo, presente na criação. Do nada geraste a vida. Que a vida não sofra no irmão.

Todos: Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso Amor. Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra. 

Oremos: Ó Deus, que instruíste os corações dos vossos fiéis, com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, segundo o mesmo Espírito, e gozemos da sua consolação. Por Cristo Senhor Nosso. Amém.

ORAÇÃO DAS CEMs

Coordenador (a): Vamos pedir que Deus fortaleça na unidade e na perseverança todos os CEMs de nossa Arquidiocese, para que sejam espaços para a vivência da fé.

Deus, nosso Pai, que enviastes vosso Filho Jesus Cristo ao mundo, como vosso primeiro missionário, que saindo do seio familiar da Santíssima Trindade e encarnando-se no seio da Virgem Maria, habitou uma família humana, ajudai-nos a compreender e fazer a experiência da fé nesse novo tempo de evangelização.

Enviai hoje à nossa Arquidiocese de Cascavel, a força do Espírito Santo, e dai-nos a constância na Fé, para que a vontade divina transforme nossa vida interior.  Pela vivência do Evangelho, fazei-nos experimentar a mesma graça vivida pelos primeiros cristãos.

Que sejamos verdadeiros discípulos e missionários de Jesus Cristo, ao assumirmos o compromisso de fidelidade com nossa Arquidiocese as prioridades do Plano de Ação Evangelizadora para fazer acontecer em nossas casas, igrejas e paróquias, as comunidades eclesiais missionárias.

Ajudai-nos, sob a proteção da bem-aventurada Virgem Maria, Senhora da Conceição Aparecida, a cuidar da casa comum, com base nos quatro pilares da evangelização - palavra, pão, caridade e ação missionária - na construção de uma Igreja acolhedora e em saída, espaço de comunhão e de partilha. Isso vos pedimos, por Jesus Cristo, o vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

LEITURA ORANTE DA BÍBLIA

Coordenador (a): Como Comunidade que tem por primeiro pilar a Palavra, tomemos em nossas mãos o Santo Livro e façamos nossa leitura orante. O texto que meditaremos será do Livro do Deuteronômio 30,15-20.

Leitor (a): Leitura do Livro do Deuteronômio: 15 Vê que eu hoje te proponho a vida e a felicidade, a morte e a desgraça. 16 Se obedeceres aos preceitos do Senhor teu Deus, que eu hoje te ordeno, amando ao Senhor teu Deus, seguindo seus caminhos e guardando seus mandamentos, suas leis e seus decretos, viverás e te multiplicarás, e o Senhor teu Deus te abençoará na terra em que vais entrar, para possuí-la. 17 Se, porém, o teu coração se desviar e não quiseres escutar, e se, deixando-te levar pelo erro, adorares deuses estranhos e os servires, 18 eu vos anuncio hoje que certamente perecereis. Não vivereis muito tempo na terra onde ides entrar, depois de atravessar o Jordão, para ocupá-la. 19 Tomo hoje o céu e a terra como testemunhas contra vós, de que vos propus a vida e a morte, a bênção e a maldição. Escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e teus descendentes, 20 amando ao Senhor teu Deus, obedecendo à sua voz e apegando-te a ele - pois ele é a tua vida e prolonga os teus dias -, a fim de que habites na terra que o Senhor jurou dar a teus pais Abraão, Isaac e Jacó'. Palavra do Senhor.

Todos: Graças a Deus.

Coordenador (a): Para refletir e rezar: Qual caminho estou seguindo atualmente como católico-cristão: o da vida ou o da morte? Vejo os mandamentos de Deus como uma obrigação ou como sinais de liberdade? Como estão as pessoas com quem convivo: possuem um sentido para vida ou estão tendo atitudes de morte? Que compromisso esse texto desperta para a nossa Comunidade Eclesial Missionária (CEM) para promover a vida?

Testemunho(depois da reflexão acima, quem coordena motiva para que alguém do grupo dê um testemunho de como os mandamentos o ajudou a reencontrar o sentido da vida).

PRECES

Coordenador (a): os símbolos do nosso encontro são os caminhos e os mandamentos. As Comunidades Eclesiais Missionárias constituem a proposta pastoral da Igreja hoje para que nós cristãos optemos e sigamos o caminho da vida e lutemos contra os caminhos da cultura da morte e do descartável, como nos ensina o Papa Francisco. Os mandamentos, portanto, não são meramente leis proibitivas, vão além disso, pois na verdade o conjunto dos mandamentos formam um belo campo preparado por Deus onde podemos circular livremente e vivermos segundo seu amor. 

(De dois em dois, ascendem as velas enquanto o leitor faz as preces)

 

Leitor (a): Senhor, que sejamos discípulos missionários do amor de Deus: 

Todos: E proclamemos na vida e nas obras que não há outro nome debaixo do céu pelo qual sejamos salvos, a não ser o de Jesus Cristo.

Leitor (a): Senhor, que as famílias sejam igrejas domésticas: 

Todos: Onde haja harmonia entre o casal, paz e respeito entre pais e filhos.

Leitor (a): Senhor, que a vida seja respeitada desde sua concepção até seu fim natural: 

Todos: e que todos tenham vida em abundância!

Leitor (a): Senhor, que corrupção na má administração dos bens públicos seja aniquilada: 

Todos: para que diminua as desigualdades sociais que afetam diretamente a dignidade da vida humana.

Leitor (a): Senhor, que nossa Comunidade Eclesial Missionária:

Todos: seja profética no anúncio da Palavra e denúncia das injustiças, pois seguimos o que nos pede o Senhor: “Escolhe, pois a vida” (Dt 30,19)

 (Preces espontâneas rezar pelas pessoas que se encontram nas periferias existenciais e perderam o sentido de viver, como também dos instrumentos de morte da cultura urbana).

PAI-NOSSO

(de preferência de mãos dadas em torno dos símbolos do encontro)

 

 

BÊNÇÃO DOS ALIMENTOS E PARTILHA

(que cada integrante traga algo para partilhar)

 

Coordenador (a): estendamos nossa mão sobre os alimentos e rezemos juntos: Pai de Bondade, abençoai estes alimentos que recebemos de vós. Derramai em abundância as graças e as bênçãos sobre todas as pessoas que trabalharam para que estes alimentos pudessem hoje estar nessa mesa. E a nós que vamos tomá-los, concedei-nos que, vivamos sempre este espírito de partilha, não nos esqueçamos da opção evangélica pelos pobres e necessitados e que tenhamos, por teu infinito amor, vida em abundância.  Amém.

 

BENÇÃO FINAL

Coordenador (a): O Senhor esteja conosco.

Todos: Ele está no meio de nós.

Coordenador (a): Abençoe-nos o Deus, todo Poderoso: Pai, Filho e Espírito Santo.

Todos: Amém.


(pode-se cantar um canto apropriado)