Papa Francisco aceita renúncia de Arcebispo de Vitória e nomeia sucessor

07 de novembro de 2018 às 13:14
Papa Francisco aceita renúncia de Arcebispo de Vitória e nomeia sucessor


O Papa Francisco aceitou nesta quarta-feira, 7 de novembro, o pedido de renúncia apresentado pelo Arcebispo de Vitória (ES), Dom Luiz Mancilha Vilela, e nomeou como seu sucessor Dom Dario Campos, transferindo-o da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim (ES).

Dom Luiz Mancilha Vilela completou 75 anos em maio de 2017 e, assim, apresentou o seu pedido de renúncia, conforme estabelece o Código de Direito Canônico quando ao limito de idade.

Natural de Pouso Alto (MG), o agora Bispo Emérito esteve à frente da Arquidiocese de Vitória desde 2004. Anteriormente, foi Bispo coadjutor entre 2002 e 2004 e, também passou pela Diocese de Cachoeiro de Itapemirim entre 1986 e 2002.

Em nota, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifestou “gratidão” ao Prelado “pelo seu trabalho e dedicação à Igreja”.

Quanto ao novo Arcebispo de Vitório, Dom Dario Campos, nasceu em 9 de junho de 1948, em Castelo (ES). Estudou Filosofia e Teologia no Instituto Franciscano de Petrópolis (RJ). Também fez o curso de Pedagogia na Faculdade Dom Bosco, de São João del Rei (MG).

Fez a profissão religiosa a Ordem dos Frades Menores em 10 de fevereiro de 1975 e foi ordenado sacerdote em 8 de dezembro de 1977.

Dentro da Ordem, desempenhou os seguintes cargos: Guardião do Convento “São Bernardino e São Francisco das Chagas”, em Belo Horizonte (MG), Definidor, Secretário provincial, Vice-provincial, Mestre de Noviços, Professor e Formador de seminaristas do curso de Filosofia, Diretor do Colégio Santo Antônio, em Belo Horizonte, Visitador-geral em algumas províncias franciscanas no Brasil, Ministro Provincial da Santa Cruz, em Belo Horizonte, Presidente da Conferência das Províncias Franciscanas do Brasil e Promotor vocacional. Além disso, foi Vigário de São Dimas, em Belo Horizonte.

Em 5 de julho de 2000, foi nomeado Bispo coadjutor de Araçuaí (MG) e recebeu a ordenação episcopal em 26 de setembro do mesmo ano. Em 8 de agosto de 2001, tornou-se Ordinário dessa diocese.

Em 23 de junho de 2004, foi transferido para a Diocese de Leopoldina (MG). Em 27 de abril de 2011, foi nomeado Bispo de Cachoeiro de Itapemirim.

No âmbito do Regional Leste 2 da CNBB, foi membro do Conselho Episcopal, Responsável pelo Setor Vocações e Ministérios e do acompanhamento de Sacerdotes.

Em uma nota, a CNBB agradeceu Dom Dario “pela caminhada episcopal” na Diocese de Cachoeiro de Itapemirim e o saudou por sua nomeação para a Arquidiocese de Vitória.

“Acompanhamos Dom Dario Campos com nossas orações pelos bons frutos no serviço evangelizador”, afirma.