Acenda uma vela: iniciativa das scalabrinianas em vista do Dia Mundial do Migrante

13 de janeiro de 2018 às 13:59
Acenda uma vela: iniciativa das scalabrinianas em vista do Dia Mundial do Migrante


Em vista da celebração na Basílica Vaticana do Dia Mundial do Migrante, com missa presidida pelo Papa Francisco, Ir. Neusa de Fátima Mariano fala da iniciativa simbólica das missionárias scalabrinianas.




Cidade do Vaticano –

Acender uma vela para apoiar os migrantes em sua viagem de esperança: esta é a proposta das irmãs missionárias scalabrinianas em vista do próximo Dia Mundial do Migrante e do Refugiado, celebrado em 14 de janeiro.

Quem nos fala desta iniciativa é a superiora-geral da Congregação, a brasileira Ir. Neusa de Fátima Mariano:

“É um pequeno gesto que testemunha a nossa proximidade aos migrantes que partem em busca de esperança. Eles são os protagonistas de uma viagem com a qual colocam em risco aquilo que têm de mais precioso, isto é, a sua vida. Muitos morrem no Mediterrâneo, mas as fronteiras do mundo são inúmeras: a começar da América do Norte =, com a fronteira entre México e Estados Unidos, para depois passar aos dramas vividos na África e na Ásia, que o próprio Papa Francisco visitou recentemente. O mundo deve se conscientizar de que a migração é um fato humano e administrá-la é um fato de humanidade”.

No domingo, o Papa Francisco celebra o Dia Mundial do Migrante e do Refugiado presidindo à missa na Basílica Vaticana a partir das 9h55 (hora local), com transmissão ao vivo e comentários em português do Vatican News.