Filhos ricos em valores, filhos felizes

06 de dezembro de 2017 às 15:53
Filhos ricos em valores, filhos felizes


A educação voltada aos valores da família é um tema de grande atualidade e reflete na formação de homens e mulheres de que a sociedade precisa

É na infância que se constrói a forma de pensar e agir que nossos filhos vão levar por toda a vida. São os melhores anos para trabalhar os valores nas crianças. Por isso, lembre-se que:

  • A educação começa em casa. A educação familiar estimula as competências intelectuais e emocionais. As crianças aprendem a lidar com valores e emoções em casa;
  • Ensinar com o exemplo. Os filhos aprendem, principalmente, por imitação. A força dos princípios está na coerência entre o que se fala em casa e o que os filhos veem no dia a dia;
  • Saber ouvi-los e, ao mesmo tempo, dizer “não”. Ouvir implica dedicar tempo, demonstrar amor. A empatia é a base para construir uma boa relação entre pais e filhos. Por outro lado, os filhos precisam ser orientados e guiados para garantir um crescimento saudável em todos os sentidos. Saber dizer “não” quando o capricho predomina no comportamento é a base para que eles aprendam a lidar com a frustração e para que o crescimento dos valores essenciais ocorra;
  • A saudável pedagogia da calma ajuda a apreciar as pequenas coisas, a observar o progresso no comportamento dos filhos e a ter otimismo quando houver erro. Existe sempre uma segunda oportunidade para tudo na vida. Pais e mães precisam de tempo para transmitir não somente conhecimentos e habilidades técnicas, mas todo o carinho que eles têm pelos filhos.

 

Alguns critérios para você semear corretamente os valores em seus filhos

  1. Somente com o diálogo se constrói uma personalidade saudável. A serenidade e a alegria dos filhos são resultados de um clima de afeto e abertura dos pais para com eles;
  2. Os valores são aprendidos por imitação. O melhor modo de educar é estimulando e premiando os bons comportamentos;
  3. Dedique algum momento na semana para refletir com seu companheiro ou sua companheira e faça uma autoavaliação sobre como o casal esta transmitindo os valores para a família;
  4. Diferencie o essencial do superficial na hora de definir normas de comportamentos para os filhos dentro e fora de casa. Destaque, sobretudo, os princípios e valores que são realmente essenciais na vida dos filhos.

Ensinar, educar e formar os filhos é a melhor maneira para oferecer a eles o caminho do crescimento autônomo, com responsabilidade e respeito a si mesmo e aos outros. Mas, principalmente, é o meio mais eficaz para garantir-lhes uma vida serena, feliz e em paz.

 

Filhos educados nos valores são a melhor garantia de uma futura sociedade mais feliz.