Hoje é celebrado São Patrício, Padroeiro da Irlanda

17 de maro de 2017 às 11:42
Hoje é celebrado São Patrício, Padroeiro da Irlanda


 “Eu era como uma pedra em uma profunda mina; e aquele que é poderoso veio e, em sua misericórdia, levantou-me e me colocou sobre uma parede”, dizia São Patrício, Padroeiro da Irlanda, cuja festa se celebra neste dia 17 de março. Este santo também goza de grande devoção em Nova Iorque (Estados Unidos), onde todos os anos é homenageado com as cores verdes.

São Patrício nasceu na Grã-Bretanha por volta de 385. Sendo ainda jovem, foi raptado por piratas irlandeses e vendido como escravo na Irlanda. Quando recuperou a liberdade, seguiu para a Grã-Bretanha e depois para a Gália (atual França), onde frequentou mosteiros e se habilitou para a vida monástica e missionária. Seguiu o caminho do sacerdócio e mais adiante chegou a ser Bispo na Irlanda, levando em sua alma piedosa o desejo de evangelizar aquela nação pagã.

Em sua linguagem simples para evangelizar, costumava explicar que assim como as três folhinhas de um trevo fazem uma folha, da mesma forma Pai, Filho e Espírito Santo formam um só Deus verdadeiro.

Até hoje, por conta desse ensinamento do santo, os irlandeses costumam fixar um trevo à sua roupa no dia do padroeiro do país, para homenageá-lo.

Seus opositores foram os magos druidas que acreditavam em deuses pagãos e os hereges pelagianos. Entretanto, São Patrício seguiu firme construindo abadias e igrejas cristãs.

Diz-se que um Sábado Santo, quando São Patrício acendeu o fogo pascal, os druidas se lançaram a apagá-lo, mas não conseguiram. Então, um deles exclamou: “O fogo da religião que Patrício acendeu será espalhado por toda a ilha”. Isto se cumpriu porque converteu toda a Irlanda ao cristianismo.

O santo formou um clero local, consagrou sacerdotes e Bispos.

Ao final de sua vida, escreveu as “Confissões”, obra na qual relatou como se sentia e o que fazia na missão que Deus lhe tinha confiado.

Conseguiu a reforma das leis civis da Irlanda e a legislação foi feita com os princípios católicos. Partiu para a Casa do Pai em 461 e foi sepultado em Saúl, região de Stragford Lough, onde edificou a sua primeira igreja.

É também muito reverenciado nos Estados Unidos devido ao grande número de imigrantes irlandeses. Em Nova Iorque, a Catedral é dedicada a São Patrício. Nesta cidade, uma das tradições mais antigas é o desfile pelo dia de São Patrício ou “Saint Patrick’s day” que data da época colonial. Os irlandeses, parte do exército britânico, costumavam se vestir de verde e entoavam canções típicas ao som de gaitas de fole.

Isto permaneceu no tempo e hoje é uma das maiores celebrações na cidade norte-americana. A cor representativa continua sendo o verde e se mantém o grande desfile de marcha militar que acontece na Catedral de São Patrício.