Estamos noTempo de Páscoa

Delegação brasileira participa de Encontro dos Responsáveis da Pastoral Juvenil no México

15 de maro de 2017 às 00:43
Delegação brasileira participa de Encontro dos Responsáveis da Pastoral Juvenil no México


Evento reafirma o “sim” à civilização do amor

O México recebe nesta semana o XIX Encontro Latino-americano dos Responsáveis da Pastoral Juvenil. O evento reúne, de 13 a 18 de março, bispos, assessores e jovens das Comissões Nacionais dos países da América Latina e do Caribe com o propósito de refletir e discernir sobre a atuação da Pastoral Juvenil e para dinamizar projetos que fortaleçam o protagonismo do jovens, discípulos e missionários de Jesus Cristo, na formação de uma nova sociedade. 

A delegação brasileira que participa do evento é formada pelo bispo de Caxias (MA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Vilsom Basso, o assessor da Comissão, padre Antônio Ramos do Prado, e os representantes de expressões juvenis Lucas Barbosa e Wellington Silva.

“Reunidos sobre a proteção da Santíssima Virgem de Guadalupe, os jovens da América Latina e do Caribe reafirmarão a sua opção como discípulos e missionários na construção da Civilização do amor, comprometendo-se com um ‘Sim’ à vida, à solidariedade e à paz”, ressalta a equipe da Pastoral Juvenil Latino-Americana, ligada ao Departamento de Família, Vida e Juventude do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam).

O tema do evento é “Jovens discípulos missionários, construtores da civilização do amor”. A iluminação bíblica proposta é “Profeta das Nações te constitui... Irás onde eu te enviar e dirás o que eu te ordenar” (Jr. 1,5-7). O encontro tem por finalidade propor que os participantes desde já, comecem a refletir sobre a identidade de discípulos e missionários, sensibilizando-se diante das realidades que vivem os jovens, reconhecendo os sinais de vida e de morte que estes estão presentes, para assim terem uma atitude de abertura que gere com criatividade, opções transformadoras, permitindo a construção de uma nova sociedade, a “Civilização do Amor”.

Com informações e foto da Equipe de comunicações da Pastoral Juvenil Latino-Americana